CABELUDINHA

Fruta: CABELUDINHA – Vitaminas da Cabeludinha – Propriedades da Cabeludinha – Cultivo:

Cabeludinha
Cabeludinha

O nome desta fruta “Cabeludinha” se deve a textura aveludada, que parece fios de cabelos, dos frutos e das folhas. Também é conhecida como Jabuticaba-amarela e Guapirijuba.

Tanto a Jabuticaba quanto a Cabeludinha são mesma família, Myrtaceae.

É conhecida por Jabuticaba-amarela porque os frutos crescem presos nos galhos e troncos assim como a Jabuticaba.

Em sua polpa suculenta e perfumada, rica em vitamina C, encontramos uma ou duas sementes grandes. É consumida ao natural, tem sabor levemente ácido.

A Cabeludinha também é utilizada no preparo de sucos e geleias.


Típica do Brasil, esta fruta é encontrada apenas em pomares particulares, pois ainda não é comercializada em grande esfera, e não é muito
conhecida, por isso é tida como fruta exótica.

Sua principal vitamina é a C, mas também contém as do complexo B, ferro e pouca quantidade de cálcio e fósforo.

Arbusto elegante, que pode chegar à 6 metros de altura, copa verde escuro, com densas ramificações, flores brancas, folhas que chegam a
10 cm de comprimento, também é utilizada como planta ornamental, pode ser usada nos trabalhos de paisagismo de praças, jardins e na
recuperação da vegetação de áreas degradadas.

Estudos estão sendo feitos para avaliar a possibilidade da Cabeludinha servir de base para remédio contra dores em geral, inclusive dor de
cabeça. Seria 20 vezes mais potente que os tradicionais remédios no mercado.

O plantio é feito por exertia para maior rapidez ou por sementes. Requer solos férteis, bem adubados orgânicamente, irrigação constante e
clima quente.

Produzirá frutos após 3 anos do plantio em local definitivo.