Como cultivar Maracujá      Cultivo do Maracujá      Plantio do Maracujá      Plantação de Maracujá   Cultivares
    


Informações:

CULTIVO DO MARACUJÁ
Veja abaixo algumas sugestões para o cultivo do maracujá: Como cultivar maracujá:
O maracujazeiro, não aguenta geadas e ventos frios, ideal para regiões tropicais e subtropicais, com temperatura média mensal de 26 a 27ºC.
Para florescimento e frutificação, necessita de calor, umidade no solo e dias longos.

A precipitação anual deve ser de 800 a 1.700 mm, bem distribuidos.
Áreas com chuvas intensas e frequentes não são sugeridas e ocasionam redução na polinização (a ação dos insetos polinizadores diminuem, ou até param).

Secas prolongadas ocasionam a queda de frutos.
Solos ideais para o plantio devem ser areno-argilosos, profundos e bem drenados.
Excluir as baixadas, áreas sujeitas a ventos fortes e frequentes, solos pedregosos ou com possibilidade de encharcamento, que favorecem a incidência de doenças do sistema radicular.
Evitar face sul dos terrenos.

A propagação é feita normalmente por sementes. Para obter, retire a polpa do fruto e deixe fermentar em recipiente de vidro ou louça por 3 ou 4 dias.
Depois da fermentação, lavar as sementes em água corrente, sobre uma peneira.

As sementes guardadas em temperatura ambiente, em sacos plásticos, duram até 3 meses.
Para maior tempo de conservação, devem ser embaladas em sacos de papel, protegidas com saco plástico e guardadas em geladeira doméstica.
Com esse processo, as sementes guardam seu potencial germinativo por até 12 meses.

Semear em sacos plásticos pretos perfurados, com o tamanho mínimo de 14 x 28 x 2 cm. Preencher os sacos com o seguinte substrato: a)2 partes de terra; b)2 partes de esterco de curral bem curtido; c)1 parte de material volumoso (palha de café, serragem, etc); d)1 parte de areia lavada.
A cada metro cúbico acrescentar 2 kg de calcário dolomítico e 1 kg de superfosfato simples e, para desinfetar esse substrato, 150 cm3 de brometo de metila por 72 horas.
Com 1 metro cúbico é possível encher aprox. 600 saquinhos. Devem ser colocados em repouso por 30 dias, período que devem ser molhados regularmente para compactação da mistura.

Por três sementes em cada saquinho, a um centímetro de profundidade. Molhar o viveiro em dias alternados, sem encharcar.
Proteger o canteiro com uma cobertura com distância de 20 cm do solo, com sacos de pano ou palha, e retirar gradativamente após a emissão da segunda folha.

Ao surgir a segunda folha, esta deve ser retirada, ficando apenas 1 por recipiente.
As mudas estarão aptas para o campo assim que estiverem com 4 folhas.

O terreno para plantio deve ser preparado com aração e gradagem, deixando-o bem nivelado.
Para o plantio é necessário preparar sulcos com 50 cm de profundidade, ou covas com 40 cm x 1 metro x 50 cm. Cada cova ou sulco deverá receber a adubação de plantio, nas seguintes proporções: a)30 a 50 litros de esterco de curral curtido; b)1 kg de superfosfato simples; c)200 g de sulfato de zinco e 10 g de bórax.

O espaçamento nas entrelinhas é de 4 metros para lavouras mecanizadas e 2,5 metros para cultivo manual, e o espaçamento entre plantas deve ser de, no mínimo, 6 metros.
As mudas deverão ser regadas na véspera e no momento do plantio, cuidado para não quebrar o torrão deixando a sua superfície 5 cm acima do solo.
Preparar a bacia em volta da planta, após o plantio, e regar com aprox. 40 litros de água.

Manter a cultura em terreno limpo, com o uso de roçadeiras, realizar a poda, com atenção para alguns itens: 1) podar na primavera; 2) a planta não pode estar em dormência; 3) não pode ser realizada após surgirem os botões florais; 4) depois da poda, pulverizar com fungicida.
A época de produção do maracujazeiro é de dezembro a agosto e a colheita é feita quando o fruto completar seu desenvolvimento, entre 60 a 80 dias, depois do florescimento, quando o fruto se desprende da planta.
A colheita manual é o método convencional, os frutos devem ser recolhidos em intervalos de 3 a 4 dias e enviados para a comercialização logo em seguida.