FRAMBOESA

Framboesa
Framboesa

O que chamamos de fruto, a Framboesa, é um conjunto de 70 a 80 pequenos gomos aglomerados, onde cada gomo constitui um fruto verdadeiro.
A Framboesa é oca por dentro, é o fruto da Framboeseira.

É difícil o cultivo da Framboesa vermelha no Brasil porque a planta requer temperaturas abaixo de zero graus, porém com a mutação de outras espécies, já se produz em escala comercial, em regiões altas de clima frio. A framboesa amarela também é uma delas.

Requer cuidados diários na produção. Os frutos começam a aparecer um ano e meio após as mudas serem levadas para o local definitivo.


Framboesa é uma fruta indicada no tratamento para curar várias doenças, e também para dar sabor à remédios.

Framboesas são ricas em proteínas, vitaminas (A, B1, B5 e C), cálcio, fósforo e ferro.

Ela é usada no tratamento de prisão de ventre, reumatismo, doenças de fígado, doenças de rins, hemorroidas e doenças com febre, gripe por exemplo.
As folhas da Framboesa têm efeito antidiarreico e anti-inflamatório.

Em inflamações das gengivas e de garganta, as folha por infusão e gargarejos propiciam alívio.

Pela sua composição a Framboesa traz benefícios anticancerígenos e também contém grande quantidade de aspirina natural.

Cada 100 gramas de framboesa amarela contém 57 calorias.

A Framboesa é consumida ao natural ou na forma de polpa congelada, sucos, geleias, xaropes, licores, compotas, etc.

Propriedades da FRAMBOESA:

A Framboesa é indicada contra a gripe é anticancerígena, também auxilia em reumatismo, males do fígado, dos rins e hemorroidas.


Devido as propriedades da Framboesa, é indicada para curar várias doenças.

Framboesa é uma fruta indicada para curar várias doenças.

As folhas da Framboesa têm efeito antidiarreico e anti-inflamatório.

Em inflamações das gengivas e de garganta, as folha por infusão e gargarejos propiciam alívio.

Os benefícios da Framboesa são devidos às diversas substâncias encontradas nesta fruta, como o ferro, potássio, magnésio, fósforo, cálcio, fibras, vitamina A, C, B1 e B5.


Seus principais benefícios estão no poder antioxidante (10 vezes mais que o tomate), combatendo fortemente os radicais livres. Ajuda a prevenir o cancro do esôfago.

Por ser antioxidante, colaborando com as células, pode evitar certos tipos de câncer, principalmente o câncer de cólon. Colabora contra o envelhecimento precoce.

Os benefícios não estão somente na polpa e sim nas sementes, que fornecem uma quantidade boa de fibras insolúveis e solúveis.

Suas fibras insolúveis previne prisão de ventre, reumatismo e diversas doenças metabólicas, sobretudo no fígado, rins e hemorroidas. Enquanto suas fibras solúveis colaboram para a hidratação do organismo.

Os benefícios da Framboesa, sem contar os efeitos da vitamina C, ela é laxativa, diuréticas e antiescorbútica, sendo usada no tratamento de afecções do fígado e da vesícula biliar.

Essa fruta é indicada para atletas e para pessoas que se exercitam bastante por ser um potente tônico muscular, além de combater a osteoporose.

Os benefícios da Framboesa no inverno são conhecidos, pois combate surtos de viroses.

Além de vitaminas, sais minerais, e flavonoides o licopeno (antocianinas), característico das frutas vermelhas, são tidas como poderosos antioxidantes.

É muito conhecido os benefícios do chá das folhas da Framboesa, porém não pode ser consumido por gestantes nos primeiros meses de gestação, mas a fruta é permitido pois contém ácido fólico.

Esse chá, das folhas, cura bronquites, regula os intestinos e auxilia nas cólicas menstruais.

O chá da Framboesa colabora na digestão, cura problemas gástricos e intestinais. É diurético e laxante.

Confecção do chá: Por numa panela 500 ml de água para ferver, depois retire do lume e adicione 2 colheres de sopa de folhas de framboesa em infusão durante 15 minutos. Coe e beba, 2 a 3 xícaras por dia.

Por conter bastante fibras, a Framboesa pode ser consumida para regimes de emagrecimento uma vez que sacia a vontade de comer.

Curiosidade: Não pode ser consumida em grande quantidade por pessoas sensíveis á aspirina, pois a fruta contêm um salicilato natural, parecido com o ingrediente da aspirina, que pode provocar reações alérgicas. Contém ácido oxálico que pode agravar as pedras nos rins e na bexiga em pessoas suscetíveis.