LICHIA

Fruta: LICHIA – Vitaminas da Lichia – Propriedades da Lichia – Cultivo:

Lichia
Lichia

Lichia é o fruto da lichieira. Árvore que pode atingir até 15 metros de altura, com folhas verde escuro e permanentes.

A Lichia, produzida em cachos, tem casca rugosa, de cor vermelha, sua polpa é gelatinosa, translúcida, suculenta, pouquíssima gordura não é aderente ao caroço e rica em vitamina C e do complexo B.

A lichieira é uma planta de clima tropical e sub-tropical, não suporta geadas, necessita irrigações regulares.

Para o plantio é necessário solo sílico-argilosos, férteis de matéria orgânica e profundos. Prefere solos ácidos que os calcários. Utilizar quebra-ventos.

O plantio das mudas por Alporquia, é feito em covas de 50x50x50 cm previamente adubadas com 5kg de esterco de curral, 200g de superfosforo e preferencialmente em dias nublados.


Recomenda-se espaçamento de 8 metros entre plantas e linhas, necessitando podas constantes.

A colheita ocorre após 5 anos do plantio das mudas, colhendo-se cerca de 40 quilos da fruta por planta, época de retirar, juntamente com o cacho, cerca de 20 cm dos ramos, proporcionando maior número de ramos terminais.

A cobertura de solo é indicado para manter a umidade e maior controle de ervas daninhas. Adubações constantes com matéria orgânica sem podas de formação.

Potássio, Cálcio, Fósforo e Ferro, encontrado em suas propriedades, atuam no equilíbrio da água do organismo, ajuda no armazenamento de proteínas musculares, na função renal, na contração do músculo cardíaco, no relaxamento muscular em geral e contra câimbras.

A Lichia é diurética, antifebril e antiescorbútica, utilizada para consumo em dietas para emagrecimento, pois regula as células de gordura.

Cada 100 gramas de lichia possui cerca de 65 calorias, então é recomendada incluir no cardápio, para quem faz dieta de emagrecimento.

A Lichia é consumida in natura, mas pode ser seca, em sucos ou em compotas.

Os benefícios da Lichia são devidos às suas fibras, alto teor de água, vitaminas C, do complexo B, minerais como potássio, magnésio, fósforo e cálcio.


Esta fruta também contém manganês, sódio, cobre, ferro, proteína, riboflavina, zinco e selênio (que faz bem aos pulmões). O potássio colabora na pressão arterial e na retenção de líquidos.

Contém quantidades de cobre que colaboram na formação do colágeno, e é indicada para gestantes para o sadio desenvolvimento do bebê.

A polpa da fruta possui pouca gordura, poucas calorias e muita água.

Suas fibras trazem benefícios aos intestinos, pois previne a prisão de ventre, hemorroidas e o câncer de cólon. Facilita a digestão.

Os benefícios da Lichia não param por aí, esta fruta é um diurético natural, atuando diretamente nos rins, e seu complexo B colabora no equilíbrio do organismo, faz bem à memória, atua no metabolismo, fortalece cabelos e unhas além de combater o envelhecimento precoce.

A lichia é tida como uma fruta antiescorbútica(relacionado a falta de vitamina C), antitérmica, antitussígena e diurética.

Por conter bastante água é utilizada para hidratação do corpo nos dias quentes. Cada 100 gramas contém 65 calorias.

Os poderes da vitamina C encontrada na Lichia são inúmeros, como por exemplo, aumenta o sistema imunológico, tem ação anti-inflamatória, controla o colesterol e ainda traz benefícios à pele, deixando-a viçosa, com saúde.

A Lichia ainda contém substâncias capazes de trazer inúmeros benefícios ao nosso organismo, como: flavonoides, polifenóis e outras, que combatem o mal colesterol (LDL), tem ação antioxidante. Previne doenças cardíacas, inflamações (principalmente dos testículos) e alergias.

Outro benefício é encontrado na casca, pois o chá é utilizado no combate da diarreia e as protuberâncias na pele causadas pela varíola

Curiosidade: O Brasil tem potencial para produção de Lichias em grande escala podendo ser o maior produtor mundial.

Fruta pode ser consumida ao natural, ou para confecção de geleias, musses, sorvetes, sucos, e compostas.