Propriedades das Ervas Medicinais      Propriedades das Ervas Medicinais      Propriedades das Ervas Medicinais      Propriedades das Ervas Medicinais
    

ERVAS MEDICINAIS:





Veja também:




























Informações:

PROPRIEDADES DAS ERVAS MEDICINAIS
Veja abaixo as principais propriedades das Ervas Medicinais:


ESTIMULANTES:
São as que aumentam as energias das funções vitais e ativam a circulação sanguínea.
Ervas: alfavaca, angélica, bafeeiro, badiana, hortelã, pipi, abóbora-danta, catuaba, cipó-almecega, cipo-bravo, confrey, garaná, imburana, jaborandi, marapuama, otonia, quina-cruzeiro, abacate (folha verde), açafrão, alecrim, alfafa, arnica, azedinha, baunilha, beldroega, boldo-do-Chile, canela, carapiá, casca-de-anta, caruru, cipó-caatinga (chá), cipó-cravo, coca, coentro, cordão-de-frade, erva-cidreira, erva-mate, erva-doce, erva-do-bicho, espinheira-santa, guiné, gengibre, gervão, guaraná, hortelã, jurubeba, jatobá, louro, manjerona, macela, mostarda-preta, noz-moscada, pitanga, poejo, pimenta-do-reino, quitoco, salsa, sassafrás, trapoeraba.

ESTOMACAIS:
São as que combatem mal funcionamento do estômago.
Ervas: almeirão, alteia, angélica, angico, aroeira, artemísia, babosa, bardana, boldo-do-Chile, camomila, carqueja, capim-cidreira, cardo-santo, casca-de-anta, celidônea, cipó-mil-homens, cominho, dente-de-belo, erva-levante, espinheira-santa, fedegoso, gervào, hortelà-das-hortas, losna, louro, louro-preto, mamica-de-cadela, macela, melissa, malva, manjerona, pau-para-tudo, pita, poejo, pau-amargo, pariparoba, quina-do-mato, salva, sálvia, cidreira.

ESURINAS:
São as que estimulam o apetite.
Ervas: alecrim, alfazema, angélico, avenca, cambuí, cana-de-macaco, casca-de-anta, cipó-mil-homens, cravo-de-defunto, funcho, hortelã, jatobá, limão, losna, manjerona, quebra-pedra, salsa, tinguaciba, vinagreira.

EXPECTORANTES:
São as que exercem ação sobre as vias respiratórias, expulsando o catarro dos canais brônquicos.
Ervas: alcaçuz, alfavaca, óleo de alho, angico, assa-peixe, avenca, buchinha-do-norte, cabriúva, cambuí, caraguatá, cebola-cecén, cuieira, guaxuma, hortelã, mastruço, salva, sempre-viva, urucu, verônica, violeta, rábano das-hortas; combatem catarros: agrião, agoniada, alecrim, algodoeiro, artemísia, begônia, cambará, camará, cambucá, cardo-santo, casca-de-anta, óleo de eucalipto, fumo-do-mato, guabirobeira, gengibre, imburana, jatobá (seiva), mil-em-rama, pé-de-galinha, poejo, tomilho, trevo-cheiroso, verbasco, cedro, coqueiro (casca), erva-macaé, perpétua, bromil, cragiru, hisopo/rubim, levante, malva, malva-cheirosa, perpétua-roxa, assa-peixe, tanchagem, óleo de eucalipto, imburana, seiva de jatobá, verbasco.

FEBRÍFUGAS ou ANTIPIRÉTICAS:
São as que fazem baixar a febre.
Ervas: abóbora (cabinho), abútua, aipo, alfavaca, óleo de alho, anil, agoniada, angico-vermelho, arnica-do-mato, artemisia, arruda, aroeira, assa-peixe, azedinha, bambu, barba-de-bode, caferana, cabeça-de-negro, cambará, cáscar-sagrada, cassaú, chá-porrete, cedro-rosa, camapú, camomila-romana, centáuro-do-brasil, centáuro-menor, cruá, camboatá, carqueja, caroba, caruru-de-espinho carambola, canafístula, cavalinha, casca-de-anta, coerana, cedro (casca), cipreste, celidônea, coentro, couve (chá do pé), eucalipto, erva-de-bicho, erva-grossa, espinheira-santa, fedegoso, fel-da-terra, gervão-roxo, gerânio, gravata, jaborandi, japecanga, jatobá, jurubeba, juá-de-capote, babaçu, lanciba, laranja (folhas para suadouro), limão, limeira, losna, macela, magnólia, marroio-branco, manacá, margarida, maria-mole (flor para suadouro), malva, marupá-do-campo, melão-de-são-caetano, mil-em-rama, milhomens, mata-pasto, mulungu, paratudo, pariparoba, pau-pereira, perna-de-saracura, peroba-rosa, picão-da-praia, persicária, picão, pitanga, quina, quássia, salva, santos-filhos, flores de sabugueiro, (suadouro), sete-sangrias, simaruba, tamarindo, tansagem, tejuco, tinguaciba, urtigão, erva-tostâo, óleo de eucalipto, língua-de-vaca.

HEMOSTÁTICAS:
São as que combatem hemorragias.
Ervas: açoita-cavalo (chá), arnica (chá), assa-peixe (chá da raiz), aveia, bananeira (suco da ponta do cacho), bambu (chá da foligem branca nos entre-nos), barbatimão, cavalinha (chá), bolsa-de-pastor (chá em qualquer caso de hemorragia), calêndula (chá), cambuí (chá), canela (chá), capim-de-burro (chá), erva-tostão (chá), casca-de-anta (chá), erva-de-passarinho (chá das folhas), erva-silvina (chá), gerânio (folhas), girassol (folhas e semente), cordão-de-frade (chá), cenoura (chá), guaxuma (aplicação externa), guaçatonga, fumeiro-brabo (casca da raiz aplicação externa), erva-de-bicho (chá), guandu (chá), mil-em-rama (chá), limão (suco), parreira (folhas em pó), nogueira (chá), pervínca (chá), rabo-de-cavalo (chá), romã (chá folhas e flores), salsa (folhas esmagadas pôr bolinha no nariz que sangra), salva (chá), sete-sangrias (chá), sarçamora (chá e aplicação externa), sempre-viva (chá), taquaruçu (cinza uso externo), trapoeraba (uso interno e externo), sucupira (chá), tansagem (chá), urtiga, urtigão (chá), urucu (semente em pó aplicação externa), uva (semente torrada), pó de casca de ovo (uma colher de chá por dia), algodoeiro, aroeira, erva-de-bicho, jambolão, jatobá, jequitibá, lanciba, quina-do-mato, urtiga-branca, verna, aperta-ruão, acerola, burahen, jaborandi, lungaciba, mangue-vermelho, piper, quina-do-mato.

PURGATIVAS, LAXATIVAS, CATÁRTICAS ou DRÁSTICAS:
São as que provocam evacuações.
Ervas: azeitona preta, batata-de-purga, cáscar-sagrada, óleo de rícemo, espinheira-santa, gergelim, hibisco, mertiolate, alcachofra, sene, cáscara-sagrada, agar-agar, açafrão, óleo de linhaça, fibras de trigo, clorofila, óleo de germe de trigo, granola, mel puro, cereais, fucus, altéia, anil, bardana, babosa, cainca, camomila-da-alemanha, capuchinha grande, caruru-bravo, fedegoso, guapeva, manacá, marinheiro, pinhão-do-paraguai, sensitiva.

RESOLUTIVAS:
São as que combatem as inflamações.
Ervas: alcaçuz, aperta-ruão, aveloz, erva-de-passarinho, erva-grossa, fava, funcho, louro-branco, cacto, pariparoba, linhaça (cataplasma), parreira-bravá, pau-d'alho, pé-de-galinha, quitoco, tarumã, timbó, vinagreira, salsa, rosas, trevo, vassourinha do-campo (folhas picadas com sal).

SUDORÍFERAS ou DIAFORÉTICAS:
São as que provocam suores. Estimula a transpiração.
Ervas: alfavaca, angelicó, alfazema, avenca, cálamo-aromático, beladona, bardana, borragem, calêndula, camomila-da-alemanha, cana-do-brejo, caroba, cana-do-reino, cravo-dos-jardins, chá-preto, cipó-mil-homens, coentro, embira, guaiaco, Gengibre, gerânio, gervão, guiné, jurubeba, jaborandi, juá, laranjeira (folhas), limão, macela, malva, manjerona, mostarda, maria-mole (flor), pariparoba, pau-ferro, pipi, pimenta, quina, sabugueiro, salsaparrilha, sassafrás (casca), salva, samambaia, sete-sangrias, suçuaiá, tuia, violeta.

TÔNICAS:
São as que fortalecem o organismo.
Ervas: acariçoba, cana-do-brejo, eucalipto, guaraná, hortelã, jurubeba, marapuama, murta-cultivada, tatuaba, gervão, wedelia minor, ruibarbo, serralha, ginseng-brasileiro.

VERMÍFUGAS ou ANTELMÍNTICAS:
São as que combatem vermes intestinais.
Ervas: abacate (10g de casca verde da fruta), abóbora (50g a 90g de semente trituradas com 100g de açúcar e 150ml de leite ou então fazer chá da semente), arruda (20g para crianças, pôr sobre o ventre), alho (cru ou com leite), amoreira-preta (chá da casca ou da raiz), araticum (chá das folhas ou das cascas do tronco), artemísia (folhas ou flores), babosa (chá), beijo-de-moça (sementes), butiá-de-vinagre (comer a fruta), buxo (uma xícara de chá feito de tantas folhas quantos anos a pessoa tenha, mais dez, nunca passando de 40 folhas. Tomar em jejum de manhã, uma vez por semana e três semanas seguidas. Durante o dia, tomar um depurativo do sangue como das folhas de laranja-do-mato ou cruzeiro), cajueiro (fruto), camomila (50g), canforeira, carqueja, casca-de-anta ou cataia (contra os vermes do sangue), catinga-de-mulata, cipó-d'alho, cipó-escada com salsa e cabelo-de-porco, cinamomo (chá das sementes ou folhas), coco (leite), corticeira, couve (suco das folhas), cravo-de-defunto ou chinchílho (a flor), erva-de-bicha ou erva-de-santa-maria é uma das ervas mais usadas contra os vermes (o suco ou semente com gemada, chá das folhas em leite ou em água), erva-de-bicho, esfregão (semente ou suco do fruto e o chá das folhas em clíster contra amebas), caroba (contra amebas), fedegoso (raiz), feto-macho (30g do pó da raiz), gameleira (leite contra vermes e com maior dose, tênia), guaxuma (semente), hortelã, limão (chá da semente ou da casca ralada), quebra-pedra (em leite), mamoeiro (o leite, 10 a 24 sementes por vez, 33g da raiz ralada: tomar no espaço de uma hora), melão-de-são-caetano (folhas e suco), mentruz (chá), pessegueiro (pôr folhas esmagadas em cataplasma sobre o ventre da criança), outra maneira de usar é 2g de folhas numa xícara de leite, pitanga, rábano (semente), rabanete (semente), mamona (3 a 4 sementes), melancia (semente), manga (brotos e amêndoa), romanceira (50g da casca do pé ou raiz), tremoço (semente), óleo de alho, erva-de-bicho, romã (casca), simaruba.

VULNERÁRIAS:
São as que curam feridas.
Ervas: alecrim-de-jardim, algodoeiro, angico, aperta-ruão, açoita-cavalo (lavar e tomar chá), andiroba (banhos), aroeira (lavar, tomar), arruda, barbatimão, bardana (tomar e banhar), beldroega (aplicar), bolsa-de-pastor (chá), buva (chá), calêndula, camomola-da-alemanha, carqueja, cavalinha, celidônia, centáurea-menor, confrei, cana-do-reino (chá), canforeira (lavar), caroba (banhos e tomar), caruru-da-índia (aplicar as folhas), cedro-rosa (lavar), cipreste (chá), cinamomo (banhos com casca ou folhas), erva-de-santa-luzia, erva-moura, erva-de-lagarto (chá), erva-passarinho, espinheira-santa, fenogrego (banhos), gervão (chá), girassol (chá e banhos), guandu (tomar e banhar), hortelã (banhos), imbiri (banhos), ingá (chá), jaracatiá (folhas aplicar), jurema-preta (banhos), juciri, limão, manjerona, margarida (aplicar, tomar), mil-em-rama, óleo-de-copaíba (óleo aplicar e tomar), óleo de eucalipto (lavar), pacová, parietária, perna-de-saracura (lavar, aplicar), pinhão-do-paraguai, pitasaião, quina (lavar), salva, serpão, serralha-brava (aplicar) timo, tinhorão, trevo-cheiroso, pita (chá).
Não se deve tomar nenhum medicamento, mesmo que natural, sem antes consultar um médico.

Subir

Propriedades Ervas Medicinais 1

PARA VOLTAR Á PÁGINA PRINCIPAL  Clic Aqui